Sobrinho de suspeito do ataque em Berlim é preso na Tunísia

Leonardo Sambaqui –

Três supostos extremistas islâmicos ligados ao tunisiano Anis Amri, entre eles seu sobrinho, foram presos na Tunísia.

Amri, morto pela polícia italiana, é suspeito de ser o autor do atentado com um caminhão em Berlim. O ataque matou 12 pessoas e feriu outras 48.

O anúncio das prisões foi feito neste sábado (24) pelo o ministério tunisiano do Interior. Segundo um comunicado, os três são membros de uma “célula terrorista (…) ligada ao terrorista Anis Amri”.

Segundo o governo, Amri mandou dinheiro ao sobrinho, que tem 18 anos, para que se juntasse a ele na Europa. O rapaz foi preso na cidade natal do tio, Queslatia. Os outros dois estavam na capital Túnis.

Em um vídeo, Amri, que teve o pedido de asilo na Alemanha negado pelo governo, aparece jurando lealdade ao Estado Islâmico.

Como consequência do atentado, a chanceler Angela Merkel afirmou que pretende acelerar a deportação de tunisianos que tiveram o pedido de asilo rejeitado pelo governo alemão.

Na Espanha, o ministro do Interior, Juan Ignacio Zoido, afirmou que a polícia está investigando se Amri tinha alguma relação com possíveis extremistas residentes em solo espanhol.

Segundo Zoido afirmou a uma rádio, a polícia alemã tem informações de que o tunisiano tinha estabelecido contatos no país. Com informações da Folhapress.

Related posts

Leave a Comment