Alexander Wang deixa calendário convencional de Nova York

Por Gabriela Balberde –

O estilista Alexander Wang não mostrará sua coleção de Verão 2019 durante a semana de moda de Nova York, em setembro. A partir do próximo semestre, ele passa a desfilar independente em junho e dezembro.

Os calendários oficiais atuais estão passando por uma verdadeira reviravolta.Steven Kolb, presidente do CFDA, que regula a semana de moda da cidade, já esperava que isso fosse acontecer. “Eu percebi que isso aconteceria logo. Sabia que um coletivo de talvez cerca de cinco marcas poderiam se alinhar. Alex é um dos muitos designers com quem o CFDA falou sobre a idéia e nós o apoiamos nesta decisão de negócios”.

Wang não está sozinho. Outras marcas como Proenza Schouler, Altuzarra, Rodarte e Thom Browne estão se juntando a essa conversa. Se esses designers criarem uma outra “semana de moda”, em junho e dezembro em vez de seguir com o calendário atual de fevereiro/setembro, o CFDA ainda assim irá manter seu formato até que consiga falar com representantes de outras semanas de moda em Londres, Paris e Milão.

O que muda com essa nova data? No caso de Alexander Wang, ele deixa de lançar quatro coleções por ano e volta ao sistema “antigo”, com apenas duas coleções, porém mais impactantes e que reforçam o DNA da marca. E nas entressafras dos lançamentos, Wang soltará linhas de produtos mais estratégicas. “Esse novo formato nos permite comunicar com nosso público global em diferentes conversas que não estão limitadas às coleções de desfiles duas vezes por ano”, ele diz à Vogue UK.

Seu próximo desfile, de Inverno 2018, acontece no calendário tradicional, dia 10 de fevereiro, em Nova York.

Related posts

Leave a Comment