Não interrompa o seu ciclo de sono (e evite uma depressão)

Por Gabriela Balberde –

Maus hábitos de sono podem levar a graves problemas de saúde. Cientistas apontam relação.

Obom funcionamento do organismo humano deve-se às boas práticas, que passa por uma alimentação equilibrada, prática de exercício físico e descanso.

Girl long haired brunette lying on back on white bed having insomnia and covering hide face hands. Early awakened. Naughty sunny morning. top view, feeling sad or depressed

Este último ponto relaciona-se com o ciclo circadiano, que regula os ciclos de sono durante um dia inteiro, que se distinguem pelas diferentes oscilações biológicas que são essenciais ao nosso corpo e são estimuladas por vários aspetos como luz, temperatura e alimentação – aspetos que nos fazem ficar acordados ou com vontade de dormir.

É por diferentes indivíduos terem diferentes ritmos circadianos, que a população se distingue entre os ‘noturnos’ e os que trabalham melhor durante o dia. Em qualquer um dos casos, o ciclo de sono não deve ser interrompido, por risco de ficar mais propício a desenvolver um estado depressivo, bipolaridade ou outros problemas mentais.

A apresentação destes resultados seguiu-se a um estudo de observação feito pela universidade de Glasgow a uma amostra de 91.105 indivíduos, cuja atividade corporal foi monitorizada durante uma semana. Aqueles que trabalhavam mais durante a noite ou tinham um dia demasiado calmo que lhe faria não ter sono à noite, refletia-se no ciclo de sono, que não era fluido e correspondia àqueles a quem foi diagnosticado algum problema mental.

Embora a correspondência tenha sido verificada, o estudo não especifica se são os problemas mentais que mais prejudicam o ciclo de sono, ou se é o contrário que mais acontece. Torna-se assim necessário aprofundar o estudo comparativo entre o ciclo de sono e os fatores externos, bem como o sono a outros fatores genéticos.

Related posts

Leave a Comment