Senadores pressionam Apple e Google a revelarem práticas de privacidade

Por Henrique Resende –

Parlamentares querem esclarecimentos após escândalo envolvendo o acesso de terceiros a e-mails

Na segunda-feira (9), senadores dos Estados Unidos solicitaram explicações para a Apple e ao Google sobre privacidade. Os parlamentares enviaram cartas às desenvolvedoras dos dois maiores sistemas operacionais móveis do mercado: o Android e o iOS, em função do recente escândalo envolvendo o acesso de terceiros a e-mails, noticia o Olhar Digital.

Os questionários pedem esclarecimentos sobre as políticas de acesso a informações por aplicativo, e foram enviados por quatro senadores republicanos, informa o Bloomberg.

No documento enviado à Alphabet, que controla o Google, os políticos perguntaram ao CEO Larry Page sobre o acesso de terceiros aos conteúdos de mensagens do Gmail. Os politicos querem informações mais detalhadas sobre as medidas anunciadas pela empresa para resolver este problema.

Em relação à carta enviada ao CEO da Apple, Tim Cook, os senadores focaram nas recentes promessas feitas pela companhia a respeito da privacidade dos usuários de iPhone. Os parlamentares querem saber sobre o acesso de desenvolvedores a informações pessoais através da App Store, além de também querem ter mais detalhes sobre como os dados são tratados no celular.

Assim como muitos usuários gostariam de saber, as cartas questionam sobre se os smartphones podem coletar áudio do usuário quando a pessoa não está falando diretamente para o aparelho, e se essas captações seriam repassadas para terceiros.

Por fim, os senadores questionam se os celulares coletam a localização do usuário mesmo quando o GPS e serviços relacionados estão desabilitados.

Segundo a Bloomberg, um representante do Google contou que a empresa está “ansiosa para responder às perguntas da comissão”. No caso da Apple, não houve retorno.

Related posts

Leave a Comment