Pivô de escândalo no Nobel de Literatura é condenado por estupro

Por Luigi Peluso – Caso provocou o cancelamento do prêmio neste ano AJustiça da Suécia condenou Jean-Claude Arnault, pivô do escândalo que levou ao cancelamento do Prêmio Nobel de Literatura deste ano, a dois anos de prisão por estupro nesta segunda-feira (1º). Arnault era julgado por dois casos de estupro, mas foi condenado por apenas um. Ele está no centro de um escândalo de abuso sexual e crimes financeiros, cujas consequências respingaram na Academia Sueca, instituição responsável pelo Nobel de Literatura. + Terapia contra o câncer vence Nobel de Medicina de 2018 Arnault é uma figura…

Read More