Indonésia enterra mortos em valas comuns, sofre saques e pede ajuda

Por Luigi Peluso –

Terremoto e tsunami mataram ao menos 844 pessoas até domingo (30)

presidente da Indonésia, Joko Widodo, pede ajuda internacional para os sobreviventes do terremoto e do tsunami que devastaram a ilha de Sulawesi e as cidades de Palu e Donggala. Ao menos 844 morreram, segundo balanço oficial divulgado neste domingo (30).

Segundo informações da agência EFE, o país está enfrentando saques aos mercados e enterrando seus mortos em valas comuns.

O porta-voz da Agência Nacional de Gestão de Desastres, Sutopo Purwo Nugroho, disse que a fossa comum será aberta nos arredores de Palu.

Sutopo acrescentou que a decisão de abrir a vala comum foi tomada para prevenir a propagação de epidemias e que nela serão enterradas as vítimas que tenham sido identificadas.

Neste momento alimentos são prioridades para os sobreviventes da catástrofe. O desastre também deixou 540 feridos e 16.732 deslocados. O número de mortos ainda pode aumentar.

Related posts

Leave a Comment