SPFW tem manifestação contra Jair Bolsonaro no último dia de desfiles

Por Ana Paula –

Um grupo vestido de vermelho ocupou o corredor principal do evento gritando #EleNão

Um ato contra o candidato à Presidência Jair Bolsonaro (PSL) marcou o último dia de desfiles da São Paulo Fashion Week, na noite desta sexta (23). Um grupo vestido de vermelho ocupou o corredor principal do evento gritando #EleNão.

A performance foi organizada por pessoas de diferentes segmentos da moda, como jornalistas, editores, curadores e produtores. Era possível ouvir os manifestantes de dentro da sala de desfiles, onde a marca Água de Coco mostrava sua coleção.

“A gente achou que era importante se manifestar aqui, nesta semana de moda que é a mais importante do país, e que acontece na última semana antes da eleição, para mostrar que a gente da moda não é alienado nem fútil. Nós não somos idiotas e estamos conscientes do momento político e que o nosso segmento reúne minorias que estão sendo atacadas: mulheres, comunidade LGBT, negros, nordestinos”, explicou Erika Palomino, jornalista de moda.Ela lembrou que, além do medo do que pode acontecer em um futuro governo de Bolsonaro, muitas pessoas da comunidade de moda já vêm sofrendo ataques nas ruas. Segundo ela, cerca de 250 pessoas participaram da performance.

Eles usavam uma espécie de lençol vermelho, que era inspirado em uma obra da artista Lygia Pape, dos anos 1960. “Parece um organismo vivo, então, achamos que seria oportuno fazer essa ativação com essa obra”.

Related posts

Leave a Comment